BÁSICA E LEVE POESIA - [I]


Atravesso um corredor frio
de cadáveres prostrados no chão,
lançando-me um permanente desafio
eu que apenas carrego ilusão!

Não sossego ante os vazios mistérios
permaneço inerte como tábua rasa,
solto riso pelos mil despautérios
envolvo-me num abraço sem brasa!

Respiro pelos poros do tempo
mantenho-me no domínio dos ares,
acerto-me e numa cadeira me sento
aguardando-me num vai e vem de mares!
©AL.2017 

Comentários